domingo, 17 de julho de 2011

Etimologia e mitologia dos Cavaleiros do Zodíaco

Hello, my people! Antes de começar o artigo, quero agradecer meu amigo Jonny que ontem divulgou um dos meus posts no Twitter. Quem sabe eu não crio uma conta lá em breve?

Agora, vamos ao que interessa. Vocês sabem o que significa "etimologia"? Se não sabem, leiam aqui e aprendam, pois eu estou com preguiça de explicar. Então, agora eu vou explicar o significado dos nomes dos Cavaleiros do Zodíaco, mais especificamente dos cinco principais cavaleiros de bronze.

Mitologia eu acredito que todos saibam o que significa. Em todo caso, você pode ler a respeito aqui. Neste caso, vou falar sobre as criaturas que inspiraram as constelações que dão nome às armaduras de cada personagem.

Seiya de Pégaso
Etimologia: acho importante deixar claro que eu não falo japonês, sei apenas algumas palavras e expressões que aprendi assistindo animes e lendo mangás, mas não entendo absolutamente nada de kanjis. De acordo com a Wikipédia (que nem sempre é a fonte mais confiável da internet, mas geralmente é a mais popular e acessível), o nome "Seiya" significa algo como "Flecha Estelar", pois sei () = estrela e ya (矢) = flecha. Faz sentido, pois Sagitário, a armadura de ouro usada pelo personagem e também seu signo, tem como principal armamento e símbolo o arco e flechas. Quanto à estrela, o principal golpe de Seiya é o Meteoro de Pégaso, e meteoros nada mais são do que popularmente chamamos de estrelas cadentes. A palavra sei, no entanto, também pode significar vida em português, mas provavelmente escrita com outro kanji. Também faria sentido, já que Seiya é o protagonista e o conceito de vida em Os Cavaleiros do Zodíaco se faz muito presente ao longo da série - ainda que seja através da morte. Além disso, Saori esteve muitas vezes à beira da morte (apesar de ser uma deusa e deuses serem imortais) e sempre foi salva por Seiya, portanto podemos dizer que ele é uma "Flecha Vital" sim.


Mitologia: Pégaso (Pegasus) é um cavalo alado presente na mitologia grega que simboliza a imortalidade. Geralmente, ele é retratado como um animal de cor branca e com grandes asas no dorso. Tá explicado porque o Seiya nunca morre, já que ele é representado por um ser imortal. Muita gente confunde Pégasos com unicórnios, mas existem diferenças sutis entre eles, ainda que ambos sejam criaturas fictícias. O unicórnio possui um chifre na testa, algo que o Pégaso não tem. Que eu saiba, unicórnios também não voam e nem possuem asas, mas já vi muitos desenhos de cavalos chifrudos voadores (?). Bom, aquilo para mim são unicórnios alados, e não Pégasos.


Shiryu de Dragão
Etimologia: novamente de acordo com a Wikipédia, "Shiryu" significa "Dragão Roxo", já que shi (紫) = roxo e ryu (龍) = dragão. Dragão nem precisa de explicações, mas roxo?! Ainda de acordo com a Wikipédia, a cor pode ser uma alusão às paisagens de lavanda em Rozan, o local de treinamento de Shiryu, ou então à calça que ele usava naquela época. Mas sério, eu achei bem idiota. No entanto, o vocábulo shi tem um significado bem mais coerente em nosso idioma, que é morte e combina bem mais com o personagem. Não que Shiryu seja um cara violento, ele até que é bem calmo, mas vocês lembram do ponto fraco dele? A "tatuagem" de dragão em suas costas! Coloco entre aspas porque quanto mais fraco Shiryu está, menos nítida está a tattoo, e se ela desaparecer por completo, significa que o cavaleiro morreu. Você já viu tatuagem assim? Aquilo é uma marca do mal! Ou melhor, é um "Dragão Mortal".


Mitologia: ah, todos sabem o que é um Dragão (Drakón)! Esses répteis são de origem europeia, possivelmente grega, e classicamente representados como seres gigantes e alados que cospem fogo produzido por si mesmos. Nada a ver com o Shiryu, né? Isso porque o Dragão que o representa não é o europeu, mas o asiático  - aquele que parece mais uma serpente do que um lagarto e tem grandes bigodes. Essa versão do mito representa a sabedoria imperial chinesa e teria sido um dos quatro animais sagrados que ajudaram Deus a construir o mundo. Taí, Shiryu treinou na China e foi um dos escolhidos para ajudar uma deusa. Os outros três animais sagrados, caso você esteja curioso para saber, foram uma fênix, uma tartaruga (?) e um unicórnio.


Hyoga de Cisne
Etimologia: o significado que eu achei na Wikipédia desta vez bateu com o do meu dicionário. É, eu tenho um dicionário japonês-português, mas é bem fraquinho. Então, o nome do cavaleiro vem de hyo (氷) = gelo e ga (河) = grande rio. Juntando ambos os kanjis, obtemos "Geleira". Hyoga tem o poder de criar e manipular o gelo, então o nome dele é perfeito! Sem falar que o corpo da mãe dele está congelado no fundo do mar, que não deixa de ser um grande rio... Enfim, é o cavaleiro com a nomenclatura mais coerente até agora.


Mitologia: bem, Cisne (Cygnus) não é uma criatura mitológica, mas sim uma ave aquática que pertence à mesma família dos patos e gansos. Hyoga é representado pelo cisne branco, a cor mais encontrada no hemisfério norte (lembrando que ele é filho de uma russa com um japonês) e que representa a elegância, pureza e sofisticação. A preparação de alguns golpes do Hyoga lembram passos de balé, uma possível menção ao bailado O Lago dos Cisnes. Cisnes também são animais monogâmicos, ou seja, têm um único parceiro amoroso/ sexual durante toda a vida. Hyoga só flertou com uma garota durante a série toda, que foi Eiri, a possuída pela deusa Éris no primeiro filme. Ainda por cima foi um filler! Sinceramente, eu acho que Hyoga sofre do famoso complexo de Édipo e era apaixonado pela própria mãe. Aliás, não duvido nada que ele cometa necrofilia incestuosa durante as visitas póstumas ao corpo dela...


Shun de Andrômeda
Etimologia: um cavaleiro gay só podia ter um nome gay. Escrito com kanji único, shun (瞬) = brilho. Pesquisando com a ajuda do dicionário, descobri que "Shun" também pode significar "Oportunidade". De fato, Shun não perde uma oportunidade para soltar a franga e sair brilhando por aí! Ok, brincadeiras à parte, este é um personagem que aproveita cada oportunidade que tem para não precisar lutar, ou melhor, para evitar a violência e tentar resolver os conflitos apenas na base do diálogo. Mas como Os Cavaleiros do Zodíaco é um shonen, e não shoujo, ele sempre leva a pior e acaba sendo espancado e precisando ser socorrido pelo irmão mais velho. Quanto ao brilho... Sério, não consigo ver outra alusão que não seja à inegável feminilidade do Shun. Talvez o brilho do metal das correntes dele? 


Mitologia: Andrômeda (Andromedae) é uma princesa da mitologia grega que foi acorrentada em um rochedo para servir como sacrifício a um monstro marinho enviado por Poseidon para punir seu reino devido à arrogância de sua mãe, a rainha Cassiopeia, que se considerava mais bela que as nereidas, ninfas dos mares. A prova final do treinamento de Shun para receber sua armadura foi semelhante a este sacrifício: consistia em ficar amarrado a um rochedo nos mares da fictícia Ilha de Andrômeda e sobreviver para contar a história. Mais: a Andrômeda mitológica é virgem, e obviamente o cavaleiro também é cabaço, além de ser deste signo. Mais ainda: a amazona June de Camaleão, que tentou dar para o Shun, é nativa da Etiópia, exatamente o país onde fica localizado o reino lendário da Andrômeda original.


Ikki de Fênix
Etimologia: segundo a - adivinhem! - Wikipédia, ikki (輝) = brilho. Como assim, igual ao Shun?! Não exatamente... O brilho do Shun é no sentido literal mesmo, de cintilação. Já no caso do Ikki, o sentido é de lampejo. Mas novamente, encontrei um significado mais condizente para a palavra "Ikki", que é "Revolta". Fechou maravilhosamente com o personagem, porque se tem uma característa que faz jus a ele é a personalidade revoltada. Mas "Brilho" também faz sentido, já que Ikki é representado por uma ave flamejante. Aí já é assunto do parágrafo seguinte...


Mitologia: Fênix (Finiks) é uma ave de fogo também proveniente da mitologia grega, capaz de renascer das próprias cinzas após a morte. Reza a lenda que é um animal muito forte, capaz de transportar até mesmo elefantes em seu voo e que sua plumagem é muito brilhante, tendo coloração vermelha, roxa e dourada. Dizem que ela também tem o poder de ressuscitar os mortos. Ikki tem um golpe cujo efeito proporcionado é o oposto da principal característica da Fênix. Enquanto o pássaro pode viver mais de uma vez, Ikki pode matar seu oponente mais de uma vez através do Golpe Fantasma, que primeiro cria uma linda ilusão realizando o sonho da pessoa e depois transforma o mesmo em pesadelo tornando realidade aquilo que lhe dá mais pavor. Cabe a Ikki tirar ou não o meliante do transe - através da morte definitiva. Ikki também já renasceu várias vezes na série, passando de herói a anti-herói sucessivamente, perdendo e recuperando sua fé e amor na humanidade.


Nota: este é o cavaleiro de bronze favorito do meu irmão e do meu namorado! :-P Qual é o seu?



5 comentários:

  1. Eu adoreeeeeeeeeeeei... nunca tinha me flagrado a prucorar ^^

    ResponderExcluir
  2. saudades imensas dessa época... o melhor q já teve!

    ResponderExcluir
  3. Sim, um dos melhores animes de todos os tempos, e sem dúvidas o mais importante para o Brasil!

    ResponderExcluir
  4. Pena que a pessoa que fez esse texto não leu o mangá né.
    Pq saberia que a "feminilidade" que criaram no Shun só existiu no anime, pq no mangá, nada dessas coisas existiram.
    Sim, ele salvou o Hyoga congelado, mas a diferença para o anime é drástica:
    http://eltigris.files.wordpress.com/2011/05/shun-hyoga.jpg
    http://24.media.tumblr.com/tumblr_m6wok7KHlf1r8rwe9o1_250.jpg

    Não comente mais sobre os cavaleiros do zodiaco, por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só li o mangá, como tenho a coleção completa aqui na minha casa, incluindo a enciclopédia e os film books, tudo comprado assim que foi lançado pela Conrad. Você, por outro lado, acho que nunca leu um dicionário na vida, pois "feminilidade" não é sinônimo de "homossexualidade", meu caro. O Shun foi criado seguindo um padrão andrógino e delicado, com trejeitos femininos SIM, a começar pelo design de sua armadura e por sua constelação protetora (não vou dar aula de mitologia grega aqui, vá pesquisar), e isso se estende tanto a sua personalidade quanto a sua aparência e comportamento. Quer um exemplo na própria série? Quando Ikki delira após os intensos treinamentos na Ilha da Rainha da Morte e confunde a Esmeralda, que é uma garota, com o Shun. Não sei onde eu citei o Hyoga e o Shun na casa de libra, então vai dar uma de bonzão com seus amiguinhos (se é que você tem algum), e não comigo.

      Excluir